Você está aquiInício / Comunidade Cefas: Fundação e Missão

Comunidade Cefas: Fundação e Missão


A Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora de Londrina, entre seus inúmeros grupos, pastorais e movimentos, frutificou em 2002, uma comunidade de leigos inaciana chamada Cefas, responsável por oferecer os Exercícios Espirituais (EE) de Santo Inácio de Loyola em etapas de finais de semana.

A Cefas nasceu, inicialmente, para oferecer aos fiéis os Exercícios Espirituais. No entanto, com a adesão de outros membros com experiência nos EE, a comunidade cresceu e passou a assumir uma série de projetos de evangelização em Londrina, Maringá e Curitiba: 
- Caminhada Inaciana: 5 etapas de finais de semana de EE oferecidas durante o ano em Londrina, Maringá e Curitiba;
- Peregrinações: realizadas pelas estradas rurais de Londrina. 
- Bazares de Tecidos: realizado em Maringá;
- Noites de Oração (Exercícios Espirituais): uma vez por mês, às quintas-feiras, em Londrina e as terças-feiras em Maringá;
- Acampamento;
- Projetos Sociais na Casa da Cefas, em Londrina: Aulas de informática, Aulas de Reforço Escolar, Aulas de Judô e Aulas de Artesanato. 

A comunidade tem como propósito espiritual o pensamento de Inácio de Loyola "Que o amor que me mova, desça do alto, do amor de Deus”, reconhecendo em todas as suas atividades a importância da fraternidade, da solidariedade, do amor e do perdão, conforme palavras do Santo Padre, o Papa João Paulo II:

“O ideal comunitário não deve fazer esquecer que toda a realidade cristã se edifica sobre a fraqueza humana. A «comunidade ideal», perfeita, ainda não existe: a perfeita comunhão dos santos é meta na Jerusalém celeste. O nosso é o tempo da edificação e da construção contínua: sempre é possível melhorar e caminhar juntos para a comunidade que sabe viver o perdão e o amor. As comunidades, na verdade, não podem evitar todos os conflitos. A unidade que devem construir é uma unidade que se estabelece a preço da reconciliação. A situação de imperfeição da comunidade não deve desencorajar.

As comunidades retomam cotidianamente o caminho, sustentadas pelo ensinamento dos Apóstolos: «amai-vos uns aos outros com afeto fraterno, rivalizando em estimar-vos mutuamente» (Rm 12, 10); «tende os mesmos sentimentos uns para com os outros» (Rm 12, 16); «acolhei-vos, por isso, uns aos outros como Cristo vos acolheu» (Rm 15, 7); «corrigivos um ao outro» (Rm 15, 14); «esperai uns pelos outros» (1 Cor 11, 33); «por meio da caridade estejais a serviço uns dos outros» (Gl 5, 13); «confortai-vos mutamente» (1 Ts 5, 11); «suportando-vos mutuamente com amor» (Ef 4,2); «sede, pelo contrário, benévolos uns para com os outros, misericordiosos, perdoando-vos mutuamente » (Ef 4, 32); «sede submissos uns aos outros no temor de Cristo» (Ef 5, 21); «orai uns pelos outros» (Tg 5, 16); «revesti-vos todos de humildade uns para com os outros» (1 Pd 5, 5); «estejamos em comunhão uns com os outros» ( 1 Jo 1, 7); «não nos cansemos a fazer o bem a todos, sobretudo aos nossos irmãos na fé» (Gl 6, 9-10)".

(Transcrito do documento "A vida fraterna em comunidade” - "Congregavit nos in
unum Christi amor" - a 15 de janeiro de 1994. João Paulo II)

Por todas estas razões, a Cefas tem como missão a evangelização por meio dos Exercícios Espirituais, a promoção humana e as ações sociais, bem como o crescimento e a formação espiritual de seus membros.

Missão: a evangelização e a promoção humana;

Meio: os Exercícios Espirituais e os projetos sociais;